quinta-feira, 3 de outubro de 2013

É verdade, ainda nem sequer falei do meu trabalho novo, onde cozinho, sou simpática, conheço pessoas brutais, rio, oiço jazz, oiço bossa nova, vejo arte e artistas, isso, luzes por aí, por aqui, e muita sorte nesta nova mudança. Onde quero crescer porque tenho tempo, onde quero evoluir porque sou capaz, onde nem sequer me custa acordar às sete da manhã porque passei a gostar, onde aproveitar o dia, o tempo, o tempo, faz parte de mim agora. Brindo-vos com Grão Vasco, refugio-me do frio, é que adoeci há uns dias.

1 Comment:

Frederico Fiúza
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário